Masmorras nas Estrelas

S01E00 - Piloto

Toda saga tem um começo

“Escória de contrabandistas”, disseram os Stormtroopers que vigiavam as celas do Destroyer Imperial. É, a sorte não estava mesmo do lado de Drith, Ko Tor e Elie, presos logo após conseguirem os planos imperiais. Felizmente, o plano estava seguro na nave, mas não estaria depois de uma revista dos soldados. E logo depois de conseguirem uma fuga magistral da base imperial de Soluste.

Na cela em frente, estava um sereno homem, com boa parte do seu corpo substituído por peças mecânicas, que meditava tranquilamente, alheio à perturbação que ocorria na cela próxima. Stormtroopers, à mando da oficial Alami K, pretendiam levar um acusado de matar soldados imperiais à interrogatório, porém são provocados pelo caçador de recompensas e decidem dar uma dura nele, amaciá-lo para o interrogatório.

Ao mesmo tempo em que os guardas abriam a cela de Samus, WD-40 invade os sistemas da nau capitã através de um ponto de acesso no hangar, liberando o caos dentro do Destroyer, acionando o alarme e abrindo todas as celas. Alami K rapidamente faz um rastreamento nos sistemas e descobre que o acesso veio do hangar, pra onde a Infiltradora vai numa velocidade impressionante. Aproveitando a chance, Ko Tor sai de sua cela e fazendo acrobacias mais rápido do que um dos guardas podia acompanhar, parte o stormtrooper ao meio com seu sabre de luz duplo, enquanto Samus se engalfinha com um dos guardas para roubar seu rifle blaster.
No meio do tiroteio que se seguiu, Elie e Drith tentam escapar do corredor da prisão. Na confusão, os sistemas são recuperados e as celas se fecham novamente, trancando Y-Awgmoth e Ko Tor na mesma cela. O meio ciborgue, percebendo que precisa realizar sua fuga com esses outros prisoneiros, usa a sua conexão com a Força para estraçalhar a porta da cela, permitindo que ele e Ko Tor se juntem à Samus no combate aos stormtroopers.

Ao mesmo tempo em que ocorria a fuga, Alami K chega ao hangar e encontra um robô e um stormtrooper suspeito perto do ponto de acesso. Ao interrogá-lo, ela sente que ele é um invasor, decepando a cabeça dele com sua Espada-Chicote. Um instante mais tarde, a jovem ofical é cegada por uma explosão de um flashbang e é cercado por um esquadrão de stormtroopers que lhe apontam as armas, provavelmente querendo explicações sobre o comportamento da oficial.
Nesse momento, Elie Hopper chega ao hangar e vê a mulher em apuros com os stormtroopers. Com o pensamento de que um inimigo do Império é meu amigo, Elie hackeia o hangar para fazer o ponto de acesso explodir os stormtroopers! Claro, algo dá errado e todos os pontos de acesso no hangar começam a explodir, enquanto uma voz calma fala nos alto-falantes “Nave em situação de emergência, motor prejudicado”!

Na fuga da prisão, Samus usa os jatos propulsores da sua armadura para investir contra os guardas, fugindo do corredor. Ko Tor apesar de sua habilidade, é fuzilado pela elite imperial, caindo gravemente ferido no chão. Y-Awgmoth decide ajudar o jedi (pelo que ele saiba), arremessando os soldados para longe e carregando o rebelde até o hangar.
p. Alami K vê a nave apreendida como único meio de fuga e entra nela. Mas logo enquanto ligava os motores, é surpreendida pela “dona”, Drith Sazen, sua velha conhecida. Enquanto conversam, todos os outros fugitivos conseguem entrar na nave, com exceção de Elie, que pega sua X-Wing, e partem para o mais longe possível do hangar que explode atrás deles.

Segurança entre seus iguais. Ou não

Decididos a descobrirem quem passou a perna neles, todos decidem ir à Nar Shaddaa para falar com os criminosos locais, afinal, quem mais pode saber de espiões no Império? Alami K fica na nave tentando contato com o Império, enquanto os outros fugitivos vão até a cantina local à procura de informações.
Na agitada cantina, Samus descobre através do Quadro de Recompensas que já tem uma recompensa na cabeça de Ko Tor, filmado matando os stormtroopers com seu sabre de luz. Com isso em mente, Ko Tor vai até Gardulla Besadii para negociar informações.
Manipulando a ganância do Hutt, Ko Tor consegue entregar rotas falsas de contrabando em troca de “imunidade” dos caçadores nos domínios do Hutt e de informações sobre o informante que pode ter entregado os fugitivos em Soluste.

Agora, sabendo que o informante está na folha de pagamento do rival de Gardula, Dromoko, o Hutt, nossos criminosos precisam de um plano, então decidem retornar para a nave. Chegando no hangar, são emboscados por 20 pessoas armadas!

E agora, eles conseguirão fugir dessa enrascada também? Por que essas pessoas os emboscaram? Seriam lacaios de Dromoko, que tinha um infiltrado na cantina de Gardula? No próximo episódio!

View

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.